ARTIGO: MAIS CULTURA PARA TODOS OS TIPOS DE BRASILEIROS

HOJE É O DIA DA CULTURA!

sem-tc3adtulo-2

2013 é o ano do debate das políticas nacionais voltadas à Cultura Brasileira.

Em Brasília, nos dias 26 à 29 de Novembro de 2013 acontecerá a III Conferência Nacional de Cultura promovida pelo Ministério da Cultura, com o objetivo de  debater a pasta que movimenta milhões de reais dos cofres públicos todos os anos. A nova política nacional de cultura do Brasil precisa reconhecer o momento que o país vive, ampliar recursos para 2% do PIB, valorizar artistas nacionais e reconhecer todos os tipos de segmentos culturais que temos no país sem pré-conceitos.

CORRENTE CULTURAL DE CURITIBA

Em Curitiba, capital do Estado do Paraná, a Prefeitura Municipal, marca o início de uma nova fase da Corrente Cultural, a sua 5ª edição faz parte de uma política cultural municipal para fortalecer os artistas e a produção local e esse ano fará homenagem ao maestro e compositor Waltel Branco músico que nasceu em Paranaguá em 22 de novembro de 1929, no Dia do Músico. Waltel rodou o mundo passando por Estados Unidos, Europa e Japão, tocou com os melhores de seu meio e hoje mora em Curitiba.

Com conhecimentos e atuações de maestro, compositor, arranjador, violonista, guitarrista, produtor e professor, Walter é especialista em trilhas para novelas e cinema. Já ensaiou a orquestra nos concertos de Igor Stravinski no Brasil.

Artistas seculares como Andrés Segovia, Nat King Cole, Dizzy Gillespie, Bento Mossurunga, Tom Jobim, Roberto Carlos, Tim Maia, Baden Powell, Quincy Jones e Henry Mancini estão na lista de músicos que trabalharam, ensinaram ou aprenderam com ele. Da parceria com Mancini saiu seu trabalho mais conhecido no mundo, há exatos 50 anos: os arranjos do tema de A Pantera Cor-de-Rosa. Curitiba resolveu através de parcerias com o Ministério da Cultura, Sesc Paraná, bem como diversas outras entidades potencializar a Corrente Cultural 2013.

Nesta 5º edição da Corrente Cultural de Curitiba, mais 300 artistas locais serão valorizados e ainda  teremos  atrações como  Martinho da Vila, Moraes Moreira, Lenine e Criolo. O evento ainda contará com feira gastronômica com produtores de Curitiba.

MISSEGENAÇÃO CULTURAL: O ESTADO E SEUS EVENTOS

Por mais que seja um grande avanço no Brasil construirmos essa Conferência bem eventos como esse da Corrente Cultural temos que reconhecer que no Brasil temos todos os tipos de brasileiros: Roqueiros, comunistas, cristãos, neoliberais, umbandistas, protestantes, sambistas, rappers, etc. Gente de todas as cores, raças e credos. Somos um dos países com um dos maiores índices de diversidade cultural e social. As ações de Estado para a fomentação da Cultura devem estar voltadas à todos os brasileiros.

Como a Corrente Cultural poderiam atingir  todas as diversas facetas da sociedade? Como poderíamos ter medidas que pudessem fazer com que todos artistas de diferentes gêneros participem com seus públicos? Por exemplo, somente a partir do dia 10 de janeiro do ano passado, a música religiosa (gospel) foi considerada manifestação cultural, de acordo com lei sancionada pela presidenta Dilma Rousseff e publicada no Diário Oficial da União.

Com isso, cantores gospel e promotores de eventos com esse tipo de música podem receber os benefícios da Lei Rouanet, de incentivo à cultura e participarem de programações culturais do Estado com mais ênfase. No entanto, para receber os benefícios da lei, os eventos não podem ser promovidos pelas igrejas. Um dos maiores países cristãos do mundo apenas no século XXI vimos a música religiosa como intervenção cultural. E é bem difícil em programações especiais eles estarem inclusos.

MAIS DEMOCRACIA

Os movimentos culturais  de todas as faces na minha opinião devem se apoderar dos espaços que temos na democracia brasileira,  e a Conferência Nacional de Cultura nos dá esse poder. Uma das questões abordadas pelos Conferencistas, por exemplo  é como são as  medidas centrais para a viabilização do financiamento.

Como já se prevê na PEC 150, a ampliação do orçamento do Ministério da Cultura – MINC – para 2% do PIB é essencial, para que os  programa Cultura Viva e os Pontos de Cultura cresçam mais e mais por diversos pontos do Brasil. A possibilidade de uma nova articulação entre os diversos agentes sociais gerando protagonismo e autonomia para uma rede social de cultura é o que de fato mobilizará todos os agentes culturais por todo o País para essa Conferência.

Músicos, artistas gospel, profissionais da cultura e todos os tipos de pessoas que sobrevivem  da cultura precisam de mais incentivo. Essa também é uma das questões que serão abordadas na Conferência.  O Estado Brasileiro precisa  criar mecanismos para valorizar essas pessoas, além de atender e dar a oportunidade de todos os tipos de artistas expressarem a sua arte diante as mais diversas facetas da sociedade.

POR TODO O BRASIL

Gostaria de lembrar aqui a necessidade também da descentralização, algo tão debatido pelo principal eixo de discussão desta Conferência. O Brasil é muito grande e descobrir as raízes culturais que nos constroem ao longo dos anos deve ser tarefa crucial desta Conferência. Pois valorizar nossas origens históricas é descobrir nosso caráter.

Cabe agora correntes culturais, organizações de cultura, pontos culturais, produtores musicais, associações,  grupos, bandas, cantores gospel bem como qualquer artista de qualquer região do nosso grandioso país, se mobilizar para cobrar do Estado políticas que  de fato surtam efeito na conscientização popular e que garantam ainda mais o avanço nos nossos futuros eventos culturais que realizaremos. Que venha a Corrente Cultural 2014, 2015 e assim por diante conforme o nosso Brasil estiver nesses anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s