Sem pecado

Seu cansaço. Sua tristeza. Sua sede. São várias as demonstrações da humanidade Jesus apresentadas nas Escrituras Sagradas. (Jo 4.6, 11.35, 19.28). Ele foi tentado, parecia com as outras pessoas, mas o que o diferenciava é que, diferente de todos os seres humanos que já viveram aqui nesta terra, Ele viveu sem pecado. Genuinamente homem e ao mesmo tempo Deus.

O único caminho para o céu. A única verdade e vida. Veio destruir o diabo, que detinha o poder da morte (Hb 2.14). Veio consumar um plano de redenção, pensado pelo próprio Criador no ato de entrada do pecado no mundo quando Eva mordeu a fruta proibida.

Entre os rios Tigre e Eufrates, lá no Oriente Médio, há milênios atrás, uma esperança ressoou nos ouvidos do primeiro homem quando ouviu: “Porei hostilidade entre ti e a mulher, entre tua linhagem e a linhagem dela. Ela te esmagará a cabeça…”

Jesus curou os enfermos, ressuscitou os mortos, alimentou multidões famintas, e foi amigo de marginais e pecadores. Ele pronunciou palavras de sabedoria e poder, que maravilharam seus ouvintes. Imaculado, foi condenado à morte como um criminoso ao lado de ladrões.

O principal objetivo da sua vinda apresentado por um anjo à José, quando estava próximo o nascimento do Messias (Mt 1.21) é incrível: “Ele vem salvar o mundo de seus pecados”.

Hoje, infelizmente, há muita mercantilização do evangelho, muita interpretação fabulosa, incoerência,  falsos profetas, mentiras, hipocrisia, idolatria, imoralidade, mas de fato, o próprio Criador já havia previsto tudo isso. Ele previu até este texto que você está lendo.

Demonstrando sua divindade, Jesus até seu próprio sofrimento no madeiro antecipou aos seus discípulos (Mt 26.21), quanto mais a depravação humana em todos os sentidos. A sua missão é indestrutível.

GRAÇA! Por causa de nossos pecados e maldades, o próprio Criador fez cair sobre Jesus o castigo que nos salva do diabo e do inferno. Tudo o que há de ruim foi lançado sobre a carne pura de Jesus Cristo na cruz.

Agora, sabemos: tudo foi para que vivamos para a justiça e morramos para nossos pecados. Eis o desafio do cristão genuíno. Tudo é sobre ELE!

Mas esse não foi o fim da sua história. Seu Espírito ainda está entre nós. Sua morte, sua ressurreição e sua ascensão marcaram os mais surpreendentes aspectos da sua vida humana e divina na terra mas até hoje ainda guiam Sua esposa na preparação da sua Volta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s